fbpx

10 DICAS PARA POUPAR DINHEIRO

Nos dias que correm a incerteza paira no ar e, cada vez mais, estamos a dar atenção à saúde das nossas finanças. Seja para equilibrar as contas ou para juntar um “pé de meia” para algum imprevisto, nunca é tarde para começar a poupar! Hoje trago-lhe 10 dicas, tão simples quanto úteis, para que possa começar já hoje a poupar e com resultados a médio prazo!

1. CONTROLE OS DÉBITOS DIRECTOS 

Esta é uma operação bancária bastante comum. Seja por comodidade ou por exigência dos credores, os débitos directos fazem parte do nosso quotidiano. No entanto, se tiver uma grande quantidade de débitos directos associados à sua conta, quando receber o seu ordenado, estes serão os primeiros a beneficiar dele. Nesse sentido, tente controlar a quantidade de débitos directos que tem associados à sua conta. Assim, terá uma maior liberdade de decidir quando fazer o pagamento, dentro do prazo estabelecido, e poderá gerir o seu dinheiro de forma a guardar uma parte dele para poupança.

2. TORNE O MEALHEIRO NO SEU MELHOR AMIGO

Se pensa que este objecto, muitas vezes em forma de porquinho, está ultrapassado engana-se! O mealheiro, ainda nos dias de hoje pode tornar-se num grande aliado no que toca à poupança.

Sabe aquelas moedas que ficam nos bolsos ao fim do dia e que, muitas vezes, ficam esquecidas durante dias? Pois bem, coloque-as no seu mealheiro! Se pensarmos que 50 cêntimos por dia perfazem um total de 15 euros por mês, ao final de um ano, teremos amealhado 180 euros.

Existem ainda desafios aliados ao seu mealheiro que lhe podem trazer uma poupança de mais de 1300 euros ao final de um ano, como é o caso do desafio das 52 semanas, que se tornou conhecido, através da Blogger Bárbara Cardoso.

Como funciona?
Um ano tem 52 semanas, por cada semana poupa-se o correspondente em dinheiro. Nesse sentido, na primeira semana do ano coloca-se no mealheiro 1 euro, na segunda 2 euros, na terceira 3 euros…e assim por diante até alcançar a 52.ª semana, onde teremos de colocar no mealheiro 52 euros. Tudo somado, no final do ano, terá amealhado 1.378 euros!

3. DEFINA O SEU BUDGET DIÁRIO 

Habitue-se a definir o limite diário de quanto pode gastar e seja rigoroso. Muitas vezes, o objectivo de poupança fica comprometido com os pequenos gastos supérfluos do dia a dia. Estabeleça um valor e não facilite. 

Na generalidade, ao contrário do que possa parecer, as contas com valores mais altos, que fazem parte dos gastos mensais, não são as que mais desequilibram o orçamento. Se por um lado esses valores não sofrem grandes flutuações, por outro, também foram na maioria das vezes, muito ponderadas. 

De facto, a verdadeira poupança centra-se no controlo das pequenas contas que vamos somando diariamente. Controlar esses gastos definindo um valor máximo diário, irá optimizar as suas finanças permitindo-lhe poupar dinheiro como nunca pensou.

4. ANOTE TODAS AS SUAS DESPESAS 

Parece-lhe perda de tempo? Não podia estar mais enganado! Esta é a forma de ter controlo total sobre as suas despesas e, desta forma, poder adoptar medidas graduais de poupança e optimização das suas despesas.

Basta elaborar um quadro, em papel ou em suporte digital, e ir apontando todos os gastos diários, dos mais avultados aos mais insignificantes. No final do mês, terá toda a informação à sua disposição num só lugar. Assim, poderá identificar claramente quais as despesas que podem ser evitadas. Com este método, poderá ficar surpreendido com os pequenos gastos a que não se dá importância, decidindo com clareza quais poderá cortar e redirecionar para a  sua poupança.

5. ORGANIZE AS DESPESAS POR CATEGORIAS

Divida as suas despesas em “categorias” (como por exemplo despesas fixas, despesas variáveis, alimentação, transportes, etc.) e, a partir dessa divisão, potencie as suas poupanças. À semelhança do ponto anterior, esta tática irá permitir-lhe ter um total controlo sobre as suas despesas e uma maior clareza de por onde começar a poupar. 

6. CRIE LEMBRETES DE POUPANÇA 

Por vezes, na correria do dia a dia, podemos dispersar-nos do nosso objectivo. Assim, nada melhor que criar lembretes que o recordem dos seus objectivos de poupança. Pense em formas convenientes, mas eficazes, para si. Um post-it na agenda, um alerta diário na telemóvel ou até mesmo um pequeno papel na sua carteira. O importante é lembrar-se todos os dias dos objectivos que definiu e conseguir alcançá-los!

7. ATENÇÃO AO CARTÃO DE CRÉDITO 

Se o cartão de crédito é algo que o faz comprar por impulso, porque sabe que paga depois, então terá de pensar se não é melhor desfazer-se dele. Se pretende aumentar as suas poupanças, então terá de começar a utilizar o seu cartão de forma consciente e ponderada. 

Este, traz consigo taxas e encargos associados que, muitas vezes, não são tidos em conta no momento da compra. No entanto, vão sendo acomulados ao longo dos meses e tornam-se num pesado encargo financeiro. 

Se tem como objectivo poupar, então terá de começar a gastar mediante as suas possibilidades e, caso surja alguma despesa urgente e que não seja comportada no seu orçamento, aí sim poderá utilizar o cartão de crédito como um aliado.

8. EVITE CONTRAIR EMPRÉSTIMOS 

Se em alguns casos não há outra alternativa se não contrair um crédito para satisfazer uma necessidade, como por exemplo no caso de um crédito à habitação para comprar casa, noutros, pedir dinheiro emprestado é de evitar. Tente sempre poupar para atingir o valor necessário à compra que quer realizar. Se não for possível, simule várias modalidades de crédito e escolha a melhor opção, e a mais barata, para si.

Tenha sempre em conta que um crédito acarreta despesas e juros e, se for contraído por impulso, pode criar um peso no seu orçamento que lhe pode trazer constrangimentos e dificuldades futuras. 

9. POUPE NAS COMISSÕES BANCÁRIAS 

Há cada vez mais instituições bancárias a implementar comissões e outros custos que anteriormente não faziam parte do preçário. Apesar de ser difícil fugir a estes custos, existem estratégias que pode adoptar para evitar gastar dinheiro com elas.

Antes de mais encontre um Banco que seja mais “amigo” da sua carteira. Devido à enorme competitividade, existem instituições bancárias que, para se destacarem das demais, tornam o seu preçário mais atractivo. Compare as vantagens que lhe são oferecidas e opte pelas que mais o beneficiem, desta forma poderá poupar vários euros por ano.

Outra forma de poupar em despesas e comissões é dar preferência à realização de todas as operações bancárias, que forem possíveis, numa caixa multibanco ou através do homebanking. Desta forma, irá evitar pagar taxas que lhe são exigidas quando faz as mesmas operações ao balcão.

Caso não haja forma de evitar, ou ter isenção, da taxação desses valores, crie o hábito de negociar. Não é garantido que consiga reduções ou benefícios, no entanto, a negociação é um hábito que deve adquirir para poder poupar em comissões bancárias, bem como outros custos associados à sua conta ou serviços, como seguros e créditos.

10. NEGOCEIE AS TAXAS DE JURO 

Por forma a conseguir uma poupança no seu orçamento, negociar as taxas de juro dos seus créditos é essencial. Quando bem negociados, pode obter uma redução de até 30%. Nada é garantido, no entanto este pode ser um passo que fará com que possa atingir os seus objectivos de poupança de uma forma muito eficaz. Caso o seu Banco não esteja disposto a reduzir as taxas para valores mais competitivos, então poderá sempre fazer uma pesquisa pela concorrência. Actualmente, existem Bancos com campanhas de transferência de créditos que, para além de oferecerem taxas de juro mais atractivas, ainda suportam todos os custos de transferência.

Espero que este artigo lhe tenha mostrado que pequenas mudanças podem trazer grandes ganhos e muita poupança! Comece já hoje a traçar os seus objectivos e a focar-se numa nova forma de encarar as suas finanças. Verá que, para além do dinheiro que irá poupar, também terá uma nova confiança em si mesmo pois controlará o seu orçamento de uma forma muito mais completa e consciente.

Obrigada por ter lido o nosso artigo, explore o nosso Blog, podemos ter mais temas do seu interresse!

Visite-nos sempre!

Publicar um Comentário

You don't have permission to register
× Posso ajudar?